Google lança sistema de pesquisa mais inteligente

A Google está a testar na versão norte-americana do motor de busca da empresa um novo sistema de pesquisa destinado a ajudar os utilizadores a encontrarem mais informação
Denominado «Knowledge Graph» este novo sistema de pesquisa do motor de busca da Google foi apresentado numa mensagem publicada no blogue oficial da empresa, onde é definido por Amit Singhal, Senior Vice President for Engineering da Google, como algo que permite «descobrir nova informação mais rápida e facilmente».
Na mesma mensagem o responsável explica que esta tecnologia pretende ser um sistema inteligente «que compreende as entidade do mundo real e as suas relações entre si».
Como exemplo Amit Singhal dá o termo Taj Mahal, que numa pesquisa normal poderá remeter o utilizador para resultados relacionados com o famoso monumento indiano, mas esse poderá não ser o objectivo do utilizador, que poderia estar à procura de algo tão diferente como um casino em Atlantic City, um artista ou um restaurante de cozinha indiana.
Para o executivo através do «Knowledge Graph» as pesquisas deixam de ser tão simples como «ligar palavras-chave a respostas» para serem algo mais parecido com o comportamento humano.
«Este é um passo crítico em para criar a nova geração de pesquisa, que explora a inteligência colectiva da Web e compreende o mundo um pouco mais como as pessoas o compreendem», defende Amit Singhal.
Segundo o executivo da Google este novo sistema conta com «mais de 500 milhões de objectos, assim como com mais de 3.5 mil milhões de factos sobre e relações entre estes diferentes objectos. E está afinado com base no que as pessoas procuram e o que elas encontram na Web», sublinha.
Além de ajudar o utilizador a encontrar informação relacionada com os termos que pesquisa, a tecnologia permite também encontrar mais informação sobre alguns aspectos pesquisados.
O exemplo dado por Amit Singhal é uma pesquisa por Marie Curie, que com o «Knowledge Graph» permite visualizar um pequeno sumário sobre a vida da investigadora francesa.
Segundo o responsável, esta informação sumarizada é criada com base numa análise às pesquisas globais que são feitas a um determinado termo ou palavras-chave.
Outra característica destacada por Amit Singhal no post de apresentação da nova funcionalidade do motor de busca é a possibilidade de «fazer novas descobertas inesperadas», pois considera que «sempre acreditámos que o motor de busca perfeito deveria compreender exactamente o que o utilizador quer dizer e dar-lhe exactamente o que ele quer».
Por isso afirma que o «Knowledge Graph» vai permitir «às vezes ajudar a responder à próxima questão do utilizador antes de ele a ter feito, porque os factos que apresentamos são baseados no que as outras pessoas pesquisaram».
Desta forma a nova funcionalidade apresenta pesquisas sugeridas com base em pesquisas pelo mesmo termo feitas anteriormente por outras pessoas, que poderão eventualmente ajudar o utilizador a encontrar mais informação sobre o que está à procura.
De acordo com Amit Singhal, para já esta nova tecnologia do Google apenas vai estar disponível na versão de inglês dos EUA do motor de busca.


SOL