Um dos violinos da coleção Stradivarius do Palácio Real, Madrid, Espanha

Stradivarius é uma das mais famosas marcas de instrumentos de corda do mundo. Seu construtor, o luthier Antonio Stradivari (1644-1737), produziu vários violinos e violoncelos.

Segundo constatações, mais de mil violinos foram criados, mas apenas 650 ainda existem. O mais famoso, é chamado de "O Messias" de 1716 e se encontra no museu Ashmolean Museum de Oxford. Esse violino praticamente nunca foi tocado. Isso foi constatado observando-se o seu verniz pouco alterado, em comparação com os instrumentos de mesma época.


Leilões

-> Em Maio de 2006, um Stradivarius criado em 1707, vendido pela leiloeira Christie's em Nova Iorque, atingiu 2,4 milhões de euros - um recorde num leilão, a casa de leilões Christie's vendeu em 4 de abril de 2008, um Stradivarius, do ano 1.700, por US$ 1.273.000.

-> O Stradivarius, apelidado de “Lady Blunt” por ter pertencido a Anne Blunt, neta do poeta inglês Lord Byron, bateu o recorde de venda em leilão, ao ser arrematado por 11,2 milhões de euros 20 de junho de 2011. O dinheiro tem como destino as vítimas do terremoto e do tsunami que aconteceu no Japão em Março. A última vez que foi posto à venda ao público foi em 1971, num leilão da Sotheby’s, onde foi comprado por 84 mil libras (95,7 mil euros), um recorde na altura.


Construção

As técnicas de Stradivari foram motivo de longo debate e ainda não são totalmente conhecidas pelos artesãos e cientistas, mas se sabe com certeza que as madeiras usadas incluíam espruce (Picea) para o tampo harmônico, salgueiro para as partes internas e bordo para o fundo e o braço. Pesquisas feitas em comparação com violinos de 300 anos atrás e com violinos mais modernos, demonstraram que os mais antigos tem uma densidade mais homogênea em relação a os mais novos. Isso, explicaria, a diferença de radiação sonora e a vibração do violino. Também foram usados na composição do stradivarius, minerais como sódio, silicato de potássio, bianca e borato de potássio, para melhorar a qualidade da madeira.







Fonte: wikipedia