O Facebook vai substituir o sistema de moeda virtual da rede social, utilizado para as transacções efectuadas dentro do site, pela moeda real do país dos utilizadores O anúncio foi feito no blogue da empresa dedicado à comunidade de programadores, onde é referido o fim dos créditos do Facebook, a moeda virtual da rede social, a partir do próximo mês de Julho.
Desta forma todas as transacções feitas a partir da rede social serão efectuadas em dinheiro real e não através de créditos, adquiridos separadamente, num modelo semelhante ao do iTunes, da Apple, compara o portal Cnet News.
O mesmo sucede nas compras de artigos virtuais dentro das aplicações do Facebook, que vão também passar a ser feitas com a moeda do país do utilizador e não com moeda virtual.
Na mensagem publicado blogue da rede social, Prashant Fuloria explica que com esta medida o site pretende «simplificar a experiência de compra, dando-lhe [aos criadores de aplicações] mais flexibilidade e tornando mais fácil de chegar a uma audiência global de utilizadores do Facebook que querem ter uma forma de pagar pelas aplicações e jogoscom as suas moedas locais».
Outra das medidas anunciadas na mensagem foi a possibilidade dos criadores de aplicações poderem introduzir subscrições mensais, para complementar a oferta actual, que apenas permite compras no momento.

SOL