O mais velho veterano da guerrilha filipina contra a ocupação japonesa durante a Segunda Guerra Mundial morreu com a idade de 111 anos em agosto, informou hoje o gabinete de Veteranos de Guerra.

Alfonso Fabros, na década de 1940, altura em que as Filipinas eram colónia dos Estados Unidos, era soldado do exército norte-americano tendo-se mais tarde juntado à guerrilha contra a ocupação japonesa, em dezembro de 1941.

O Gabinete dos Veteranos de Guerra, com sede em Manila, disse hoje que Fabros morreu no dia 09 de agosto, em Nueva Ecija no norte do arquipélago, onde vivia como agricultor desde o fim da guerra, e que, segundo a filha, o ex-combatente foi vítima de uma pneumonia.

Durante a guerra, Fabros conseguiu fugir da província de Bataan, onde os militares norte-americanos lançaram, em abril de 1942, a última ofensiva antes da rendição que fez pelo menos 75.000 prisioneiros de guerra entre americanos e filipinas e que foram sujeitos a uma marcha brutal de mais de 100 quilómetros e que provocou inúmeras mortes.

Mais tarde, em outubro de 1944 o general MacArthur recuperou as Filipinas durante uma campanha militar que se prolongou durante mais de três meses.



fonte: Diário de Noticias