Chefe de segurança de Passos Coelho agride repórter de imagem ...



O chefe de segurança do Primeiro Ministro , Passos Coelho agarra um estudante que assobiou e insultou Passos Coelho e agride repórter de imagem da TVI...

A Inspeção-Geral da Administração Interna vai abrir um inquérito à tentativa de intimidação de que foi alvo esta quarta-feira o repórter de imagem da TVI que cobria a deslocação do primeiro-ministro ao Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP).

No momento em que tentava encaminhar para o exterior das instalações do ISCSP (Universidade Técnica de Lisboa) um aluno que assobiou e ofendeu o chefe do Governo, a fim de proceder à sua identificação, um dos chefes de segurança de Passos Coelho avançou para o repórter de imagem ao serviço da TVI procurando, desta forma, impedi-lo de filmar a sua cara.(ver vídeo)

Nas imagens divulgadas pelas estações de televisão, que ocultaram o segurança em causa, está bem patente a atitude intimidatória do homem que, sem apresentar a sua identificação, se dirigiu ao estudante dizendo ser "polícia".

"Veemente protesto"

Sobre este assunto, a direção do Sindicato dos Jornalistas enviou ontem uma carta ao primeiro-ministro exigindo a abertura de um processo de averiguações, bem como um pedido público de desculpas por parte deste elemento da segurança do primeiro-ministro.

Alfredo Maia, presidente da direção, confirmou ainda ao Expresso o envio de outras cartas para a Inspectora-Geral da Administração Interna, diretor nacional da Polícia de Segurança Pública, Presidente do Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) e Procuradoria-geral da República.

Para o sindicato, o elemento da segurança pessoal de Passos Coelho "agiu de forma consciente, deliberada, completamente ilegítima e violando a lei, nomeadamente o Art.º 19.º do Estatuto do Jornalista" (Atentado à Liberdade de Informação).

sic