Juan Manuel Santos com 97% de probabilidade de cura
Presidente da Colômbia operado a cancro de próstata

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, 61 anos, anunciou esta segunda-feira que, na quarta-feira, será operado para remover um tumor na próstata, sendo a probabilidade de cura de 97 por cento.

"No mesmo dia da minha intervenção nas Nações Unidas fizeram-me uma ressonância magnética e três especialistas estudaram os resultados de todos os exames, tendo concordado em realizar a cirurgia”, explicou Santos, acompanhado da mulher, María Clemencia Rodriguez, e do seu médico pessoal, Felipe Gómez.

Santos, 61 anos, que esteve em Nova Iorque, EUA, para participar na Assembleia Anual das Nações Unidas, esclareceu que a operação não será realizada com anestesia geral e que a mesma não o impedirá de cumprir com as suas funções de Presidente da República:

"Os médicos foram muito claros. Esta situação não compromete a minha integridade física nem minha saúde geral. Apenas me recomendaram que após a cirurgia evite viajar por algumas semanas".

Contudo, Santos confirmou já que, na próxima segunda-feira, irá a Lima para assistir à III Cúpula da América do Sul e dos Países Árabes, regressando à capital, Bogotá, na terça imediata.

O presidente colombiano é o quinto líder sul-americano a ter um cancro diagnosticado, logo depois dos brasileiros Dilma Rousseff e Lula da Silva, do venezuelano Hugo Chávez e do paraguaio Fernando Lugo.

C. da Manha