1. #1
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.095

    Padrão Governo quer serviços da Loja do Cidadão nas box de TV



    Os serviços públicos assegurados pelas lojas do cidadão deverão ser também disponibilizados no sistema Multibanco e nas boxes de televisão, anunciou hoje o secretário de Estado adjunto do ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Feliciano Barreiras Duarte.
    Em declarações aos jornalistas na Lousã, Feliciano Barreiras Duarte salientou a importância de «aumentar também a oferta destes serviços na rede», em cumprimento dos objectivos da modernização administrativa.
    A instalação de uma loja do cidadão custa ao Estado um milhão de euros, sendo igualmente necessário apostar noutros meios de aproximar a administração pública das pessoas, defendeu.
    O Governo pretende que os quiosques do cidadão, a criar com a colaboração das autarquias, a par de novas lojas, venham colmatar lacunas que ainda subsistem nesta área, em diferentes zonas do país, incluindo capitais de distrito, disse o governante.
    «Um quiosque electrónico, que disponibiliza todos os serviços das lojas, menos o cartão de cidadão, custa 35 mil euros», referiu o governante, ao realçar a necessidade de tornar a administração mais célere e mais próxima das pessoas, com redução de custos.
    Em 2011, as 36 lojas do cidadão existentes realizaram «mais de 100 milhões de atendimentos», afirmou.
    Para divulgar o plano do Governo no domínio da área da modernização administrativa, o secretário de Estado adjunto do ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares encetou, no dia 25 de Setembro, um conjunto de reuniões com autarcas de norte a sul do país.
    Hoje, visitou o distrito de Coimbra, tendo realizado em Montemor-o-Velho e na Lousã reuniões de trabalho com autarcas dos concelhos que integram as comunidades intermunicipais do Baixo Mondego (CIMBM) e do Pinhal Interior Norte (CIMPIN), respectivamente.
    «Decidi fazer alguma pedagogia em termos de proximidade», disse o governante na Lousã, no final de uma reunião na sede da CIMPIN.
    Em Novembro, ainda a tempo da próxima avaliação da ‘troika’ internacional, Barreiras Duarte deverá ter concluída esta ronda pelas comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas.
    Nestas reuniões, têm sido explicados e debatidos programas de modernização que resultam da última avaliação da ‘troika’, como o «licenciamento zero», a «directiva para as qualificações», a «directiva serviços» e o «sistema de indústria responsável», conhecido por SIR, os quis devem estar em funcionamento até ao próximo ano.
    «Esta é uma reforma que falta ao país e às autarquias e que aproxima os cidadãos dos centros de decisão», disse aos jornalistas o presidente da CIMPIM, o social-democrata João Marques, que é também presidente da Câmara de Pedrógão Grande.
    Em Coimbra, Barreiras Duarte visitou também o Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes.

    Fonte: Lusa/SOL

  2. #2

    Registo
    May 2010
    Idade
    33
    Posts
    2.278

    Padrão Re: Governo quer serviços da Loja do Cidadão nas box de TV

    Eu adoro tecnologia mas estão a arranjar maneira de despedir mais pessoal....

  3. #3

    Registo
    Nov 2010
    Posts
    13.361

    Padrão Governo quer serviços ao cidadão no Multibanco e boxes de TV

    Os serviços públicos assegurados pelas lojas do cidadão deverão ser também disponibilizados no sistema Multibanco e nas boxes de televisão, anunciou nesta terça-feira o secretário de Estado adjunto do ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Feliciano Barreiras Duarte.



    Em declarações aos jornalistas na Lousã, Feliciano Barreiras Duarte salientou a importância de "aumentar também a oferta destes serviços na rede", em cumprimento dos objectivos da modernização administrativa.

    A instalação de uma loja do cidadão custa ao Estado um milhão de euros, sendo igualmente necessário apostar noutros meios de aproximar a administração pública das pessoas, defendeu.

    O Governo pretende que os quiosques do cidadão, a criar com a colaboração das autarquias, a par de novas lojas, venham colmatar lacunas que ainda subsistem nesta área, em diferentes zonas do País, incluindo capitais de distrito, disse o governante.

    "Um quiosque electrónico, que disponibiliza todos os serviços das lojas, menos o cartão de cidadão, custa 35 mil euros", referiu o governante, ao realçar a necessidade de tornar a administração mais célere e mais próxima das pessoas, com redução de custos.

    Em 2011, as 36 lojas do cidadão existentes realizaram "mais de 100 milhões de atendimentos", afirmou.

    Para divulgar o plano do Governo no domínio da área da modernização administrativa, o secretário de Estado adjunto do ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares encetou, no dia 25 de Setembro, um conjunto de reuniões com autarcas de norte a sul do País.

    cm

Tópicos Similares

  1. Tudo referente a "Loja do Cidadão" e "Cartão de Cidadão"
    Por migel no fórum Legislação/Informação
    Respostas: 83
    Último Post: 18-01-2010, 22:39
  2. Campanha de Colheita de Sangue na Loja do Cidadão das Laranjeiras
    Por migel no fórum Notícias, Informações e Curiosidades
    Respostas: 0
    Último Post: 10-09-2009, 20:35
  3. Respostas: 0
    Último Post: 04-11-2008, 20:56
  4. Respostas: 0
    Último Post: 15-07-2008, 09:29

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar