Três caixas multibanco foram assaltadas à bomba na madrugada de ontem. Dois gangs distintos serão responsáveis pelos crimes – dois na zona Oeste, no Cadaval e nas Caldas da Rainha, e o último numas bombas de gasolina da Galp, na 2ª Circular, em Lisboa. Os ladrões levaram milhares de euros em dinheiro nos três crimes.



O primeiro assalto ocorreu pelas 04h00 de ontem, na Caixa de Crédito Agrícola (CCA) de A--dos-Francos, Caldas da Rainha. Os assaltantes, em número por determinar, arrancaram os fios de duas câmaras de videovigilância. Depois partiram um vidro que lhes deu acesso ao ATM, que conseguiram rebentar através de explosão de gás, retirando assim três malas metálicas carregadas com dinheiro. A GNR só foi alertada pelas 06h45.

Pelas 04h20, o mesmo grupo é suspeito de outro ataque semelhante, desta feita a um ATM instalado na Junta de Freguesia da Vermelha, concelho do Cadaval, situada a cerca de cinco quilómetros de distância do local do primeiro crime. Depois de injectarem gás no multibanco, os assaltantes provocaram nova explosão, que causou danos na parede da junta de freguesia.

Testemunhas viram três assaltantes encapuzados, que levaram uma mala metálica com dinheiro. Fonte policial disse ao CM que os dois crimes estão ligados pelo carro usado pelos ladrões, visto em ambos os locais.

Pelas 04h40, um grupo distinto é suspeito de ter assaltado um ATM dentro da loja da bomba da Galp na 2ª Circular, na zona da Encarnação, sentido Benfica-Sacavém, em Lisboa.

Um dos ladrões começou por partir a porta de vidro das bombas com um extintor. O funcionário de serviço fugiu, tendo três homens entrado no espaço. O grupo não demorou a provocar a explosão – apoderando-se assim de três malas metálicas carregadas de dinheiro.

cm