Segurança: Polícia sem dinheiro para arranjar viaturas
Um carro da PSP patrulha Seixal


A esquadra de Trânsito da PSP do Seixal, onde vivem mais de 30 mil pessoas, dispõe de um único carro para patrulhar dia e noite toda a cidade. Isto acontece desde que, na passada quarta-feira, a outra viatura disponível avariou. Ao que o CM apurou, a esquadra tinha outros três carros – mas dois estão ali encostados, avariados, e o outro está há vários meses na oficina para arranjo.

Os polícias daquela esquadra estão preocupados com a falta de meios – também não têm motos – uma vez que servem uma área com mais de 30 mil habitantes. Para fazer face às ocorrências, estão a contar com os meios das esquadras vizinhas. A falta de dinheiro para arranjar as viaturas tem sido a justificação para os carros continuarem parados na esquadra.

António Ramos, presidente do Sindicato dos Profissionais de Polícia, disse ao CM que a situação é preocupante. "Há muito que nos queixamos da falta de meios. É impossível trabalhar assim. Já sabíamos que havia falta de viaturas nas esquadras – mas numa esquadra de Trânsito torna-se ainda mais desesperante. A situação alastra-se a todas as valências da PSP".

O CM tentou contactar o gabinete de relações-públicas da PSP, mas, até ao fecho desta edição, não obteve resposta.

C. da Manha