Pena suspensa para homem que agrediu várias vezes a mulher, em Setúbal. Bebé chegou a ver o pai apertar o pescoço à mãe
Espanca mulher à frente do filho e sai em liberdade


O casal vivia junto desde Novembro de 2004, em Setúbal, mas depois da separação, dois anos após o casamento, começaram as agressões.

O homem apertou três vezes o pescoço à mulher, à frente do filho, uma das quais quando o bebé tinha apenas um ano. Mais tarde, chegou mesmo a agredir a vítima dentro da sala de aulas do filho, numa reunião de pais, num momento em que se encontravam sozinhos. Até fazer queixa do agressor, a mulher viveu um pesadelo. Foi agredida no elevador onde o marido deixou-a inconsciente. O processo foi a julgamento, mas o agressor foi condenado a uma pena suspensa de dois anos e seis meses de cadeia. Agora, o tribunal da Relação de Évora anulou o acórdão e agressor fica em liberdade.

C. da Manha