Reclusos queixam-se de falta de condições no Estabelecimento Prisonal do Montijo
Ratos em cadeia levam a greve de fome


Alguns reclusos do Estabelecimento Prisional do Montijo começaram a fazer greve de fome na passada sexta-feira, em protesto contra a falta de condições nas celas, a falta de qualidade na comida e ainda o facto de haver ratos dentro da prisão, segundo acusam os reclusos.

Naquela cadeia, recorde-se, estão sobretudo reclusos condenados por crimes de roubo e furtos e ainda presos à espera de serem levados a julgamento.

Os reclusos queixam-se ainda de que as saídas precárias e as condicionais são sempre negadas. A situação já foi exposta à Direcção Geral dos Serviços Prisionais, que ainda não deu qualquer resposta às queixas dos reclusos. O Correio da Manhã tentou obter uma resposta do Ministério da Justiça, que tutela as prisões, mas até à hora de fecho desta edição não obteve ontem qualquer resposta sobre a greve de fome dos presos.

C. da Manha