Em menos de uma hora tudo o que havia na casa ficou reduzido a nada. A minha tia está em choque", disse ao CM Andreia Lima, neta do homem de 87 anos, desalojado por um incêndio que consumiu por completo, ontem de madrugada, a casa onde vivia com uma filha, na rua do Cruzeiro, em Sequeira, Braga.



Na altura do incêndio nenhum dos moradores se encontrava na habitação. "O meu avô está acamado e estava a dormir em casa de uma filha. Foi o que o salvou", disse, aliviada, a neta. Os donos da casa vão, para já, ficar alojados em casa de familiares.

O alerta para o incêndio foi dado cerca das 02h50, por uma vizinha que ouviu uma explosão. "Os bombeiros chegaram rapidamente e foram incansáveis, mas já não conseguiram fazer nada", disse ao CM, desolada, Andreia, que com a tia e outros familiares retiravam dos escombros os poucos haveres que o fogo deixou. "Só sobraram umas loiças que estavam numa arrecadação. Mas, de resto, foi tudo. Não ficaram sequer com uma peça de roupa", disse, angustiada.

Durante a manhã de ontem, a Polícia Judiciária de Braga esteve no local a realizar uma peritagem. Ao que o CM conseguiu apurar, não foram encontrados quaisquer indícios de crime.

cm