1. #1
    Avatar de delfimsilva
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    27.813

    Padrão Joana Marques Vidal deverá ser a próxima PGR

    Com o atual procurador-geral da República (PGR) a terminar, esta segunda-feira, o seu mandato de seis anos, o nome do novo PGR escolhido deve ser conhecido ainda hoje e tudo indica que será Joana Marques Vidal a ocupar o cargo.

    Segundo o Jornal de Notícias, Euclides Dâmaso, Joana Marques Vidal, José Manuel Santos Pais foram os três nomes sugeridos pelo Governo a Cavaco Silva para ocupar o cargo.

    O Governo e o Presidente da República, Cavaco Silva, já terão chegado quanto ao novo procurador-geral. Recorde-se que de acordo com a lei, o nome do chefe do Ministério Público é escolhido pelo Governo mas tem de ser aceite pelo chefe do Estado, que lhe dá posse.



    lusa

  2. #2
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.095

    Padrão Joana Marques Vidal nomeada PGR



    Joana Marques Vidal é o nome escolhido pelo Presidente da República e pelo Governo para procuradora-geral da República (PGR).
    O gabinete de Cavaco Silva acaba de anunciar a nomeação e que a tomada de posse vai ocorrer na próxima sexta-feira.
    Procuradora-geral adjunta, Joana Marques Vidal dedicou grande parte da sua carreira nas áreas de Família e Menores, em que se especializou.
    Actualmente, é auditora jurídica do representante da República nos Açores, além de representante do Ministério Público na secção do Tribunal de Contas nesta região autónoma.
    «Conhece muito bem o MP e tem já um certo traquejo de liderança. É uma pessoa cheia de capacidades», comenta um procurador-geral-adjunto ao SOL, recordando que Joana Marques Vidal foi vogal do Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) e pertenceu por várias vezes aos órgãos dirigentes do Sindicato dos Magistrados do MP, em que foi pelo menos duas vezes secretária-geral.
    Natural de Pedaçães (no concelho de Albergaria-a-Velha), filha do juiz-concelheiro José Marques Vidal (que foi director da Polícia Judiciária), licenciou-se em Direito em 1978, na Universidade de Lisboa, e, ainda não magistrada, exerceu funções como representante do Ministério Público em Penela. Fez o estágio em Coimbra e já como delegada do procurado da República passou por Coimbra (1979), Vila Viçosa (1980), Seixal e Cascais. Em 1994, foi promovida a procuradora da República, tendo desempenhado funções no Tribunal da Boa-Hora, nos Tribunais de Família, Menores, Pequena Instância Criminal e Execução de Penas.
    Quando o Tribunal de Família e Menores de Lisboa foi criado, como tribunal de competência especializada, a PGR colocou-a como procuradora coordenadora do MP. Em Outubro de 2002 foi nomeada directora-adjunta do Centro de Estudos Judiciários, responsável pela formação dos magistrados do MP.
    Depois, foi presidente da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV).
    Joana Marques Vidal sucede no cargo a Pinto Monteiro (que hoje termina o mandato), Souto Moura (2000-2006), Cunha Rodrigues (1984-2000) e Arala Chaves (1977-1984).

    Fonte: SOL

Tópicos Similares

  1. Preço da gasolina deverá subir na próxima semana
    Por Matapitosboss no fórum Arquivos
    Respostas: 0
    Último Post: 02-12-2011, 21:04
  2. Respostas: 0
    Último Post: 22-04-2010, 13:15

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar