Cenas de pancadaria, gritos e insultos marcaram ontem, de madrugada, a reunião da Assembleia Municipal de Santarém. Os ânimos só serenaram quando as brigadas de intervenção rápida da PSP irromperam pela sessão – onde se discutia o futuro mapa administrativo do concelho – para impedir uma cena de pugilato entre dois autarcas.



A discussão foi protagonizada pelos presidentes das juntas de freguesia de Vaqueiros, Firmino Oliveira, e de Casével, Carlos Trigo. Duas freguesias que vão ser agregadas numa só. Firmino Oliveira perdeu a cabeça quando Carlos Trigo afirmou que não se soube movimentar politicamente para impedir o encerramento da escola da sua aldeia.

O presidente de Vaqueiros bateu com a garrafa na mesa, levantou-se e arrancou na direcção de Carlos Trigo, tendo sido agarrado por alguns deputados até à chegada dos agentes da PSP. Mas no meio da confusão ainda houve pontapés e muitos empurrões.

Num ambiente de grande alvoroço e gritaria, com toda a gente de pé, parte do público invadiu a zona reservada aos eleitos. Já antes, dezenas de populares tinham insultado os autarcas do PSD, impedindo-os várias vezes de usar da palavra.

cm