Jonathan Green morto com injecção letal
Executado pela violação e morte de menina nos EUA


Um homem condenado à morte pelo homicídio de uma rapariga de 12 anos há mais de uma década e cujos advogados alegavam ter uma doença mental foi executado na noite de quarta-feira no estado norte-americano do Texas.

Jonathan Green, de 44 anos, foi executado com uma injecção letal depois de o Supremo Tribunal ter rejeitado um recurso de última hora dos seus advogados.

Green foi declarado culpado do sequestro, violação e estrangulamento de Christina Neal, de 12 anos, cujo cadáver foi encontrado na casa do acusado um mês depois do seu desaparecimento


C. da Manha