Um jovem de 13 anos foi esmurrado terça-feira no interior da Escola Secundária Stuart Carvalhais, em Massamá, tendo o agressor convocado toda a turma para assistir. A denúncia é da mãe da vítima, que acusa a direcção de ignorar os alertas para o problema de bullying do filho.



Este é o segundo caso, em dois dias consecutivos, de alunos agredidos com violência no interior das escolas. Na Pontinha, um rapaz de 13 anos foi espancado, quarta-feira, por dois alunos mais velhos.

"Já no final do ano lectivo passado contactei a direcção, devido às agressões e insultos diários de três alunos ao meu filho. Nem me receberam", acusa Ana Paula, mãe do aluno de Massamá, reconhecendo que o filho também tem comportamentos incorrectos: "Confessou que respondia aos insultos. Enquanto foram trocas de palavras, nunca me meti, mas agora partiram-lhe a cana do nariz".

Para Ana Paula, que apresentou queixa na polícia, a agressão foi premeditada, pois os colegas de turma sabiam da hora e do local, além de terem comentado no Facebook. O CM contactou a direcção da escola que não esteve disponível dar explicações.

cm