Encurralada dentro do elevador, Maria Santos, de 58 anos, foi anteontem barbaramente espancada por uma mulher que entrou no prédio onde vive, na Amadora, com a desculpa de ir visitar familiares. A vítima foi atacada a soco e à dentada por uma toxicodependente, de 28 anos, referenciada por roubos e que estará infectada com o vírus do HIV. Foi manietada por moradores e entregue à PSP.



Foi pelas 14h30 que o crime ocorreu. "Entrei no prédio, ela pediu para entrar. Assim que o elevador começou a subir, carregou no Stop e tentou ir à minha mala", contou a vítima ao CM.

"Agarrei-me à mala e ela começou a dar-me murros na cara e a morder-me sem parar. Quando o elevador parou, no 3º andar, ela tirou-me de lá pelos cabelos e atirou-me pelas escadas abaixo. Também veio arrastada", contou Maria Santos, com a cara e o corpo cheios de ferimentos. Vizinhos conseguiram agarrar a agressora até à chegada da PSP. A vítima teve de ser levada ao hospital. "A polícia disse-me que ela tem sida e como me mordeu, tive de fazer o teste", contou a mulher, em choque. A detida é responsável por roubos semelhantes, com extrema violência, na Amadora.

cm