Duas caixas multibanco (ATM) instaladas nas dependências da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Évora de Alcobaça e de Maxial (Torres Vedras) foram ontem destruídas à bom- ba, com o intervalo de pouco mais de uma hora. Até agora, e segundo contabilização do CM, são já 12 os ATM atacados à bomba em Outubro, em todo o país.



O primeiro crime ocorreu pelas 03h00, em Évora de Alcobaça. Quatro encapuzados injectaram gás no ATM da Caixa de Crédito, provocando a explosão. Os assaltantes usaram marretas para entrar no banco, acedendo assim ao cofre de onde retiraram todo o dinheiro. O roubo ficou filmado na videovigilância do banco. Na fuga, o gang disparou um tiro de caçadeira na direcção de Fernando Afonso, 62 anos, que escapou ileso. "Eles dispararam quando me ouviram a gritar", recordou.

Pelas 04h08, desta feita em Maxial, Torres Vedras, ocorreu novo roubo, aparentemente feito por um outro gang. Três encapuzados num BMW fizeram explodir o ATM da Caixa de Crédito Agrícola, instalada no prédio de um lar de idosos. O grupo ainda entrou no banco, mas não conseguiu aceder ao cofre, fugindo sem roubar nada.

cm