Um atentado suicida com uma viatura armadilhada provocou, este sábado, pelo menos 16 mortos e mais de 30 feridos, no mercado de Darra Adam Khel, no noroeste do Paquistão.

O carro-bomba explodiu numa rua muito movimentada, cujo alvo era o gabinete do comité de ação para a paz e contra os rebeldes, formado por antigos talibãs, que criaram uma milícia associada ao conselho local de anciãos ao governo para lutar contra os talibãs e contra grupos ligados à Al-Qaeda.

Ainda não se sabe quantos membros deste comité terão morrido neste ataque, que ainda não foi reivindicado.



lusa