Jorge Jesus satisfeito com exibição em Abu Dhabi. Treinador adiantou que a maioria dos jogadores utilizados no particular com o Baniyas vai ser lançada no encontro da Taça de Portugal com o Freamunde.

«Foi um jogo de treino dentro do possível, humidade enorme, a relva também tirou intensidade ao ritmo de jogo, mas no que queríamos, o objetivo foi alcançado: aproveitar desportivamente para alguns jogadores se mostrarem e darem-me algumas indicações, já que a grande maioria destes jogadores vai jogar em Freamunde», explicou, acrescentando que a perspetiva do marketing também não era para menosprezar: «Hoje as equipas portuguesas andam à procura de outros mercados e fazer crescer o Benfica neste país seria importante».

Jorge Jesus fez uma análise à pouca utilização de Ola John, face ao investimento que significou.

«A contratação de Ola John aconteceu porque é um jogador com grande potencial, mas anda à procura de se afirmar e dentro deste limite de idade muitas vezes correm-se riscos, o que o Benfica não quer que aconteça e como se reconhece, ainda está um pouco fora daquilo que queremos dele».

O tema das eleições também não ficou de fora do balanço de Jesus à passagem pelos Emirados Árabes Unidos. Poderá Vieira ser reeleito para um quarto mandato: «Não só acho que vai, como penso que será uma certeza. Mais importante que as minhas palavras sobre o tempo de presidência de Luís Filipe Vieira, está tudo aquilo que tem feito».



abola