1. #1
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.095

    Padrão Detido suspeito de abuso sexual de criança em Alenquer

    A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um homem de 28 anos, por suspeita de abuso sexual sobre uma criança de seis anos, no concelho de Alenquer.Segundo a PJ, os factos terão ocorrido no dia 10 de Setembro, sendo a vítima e o suspeito vizinhos.
    Fonte policial disse à agência Lusa que se tratou de um «caso único», cujos factos se cingem ao dia 10 de Setembro.
    A criança, do sexo masculino, terá contado o que se passou aos pais que, por sua vez, apresentaram queixa ao Ministério Público.
    O presumível agressor foi detido na sexta-feira pela Polícia Judiciária e não possui antecedentes criminais.
    No sábado, foi ouvido pelo juiz de instrução do Tribunal do Círculo Judicial de Vila Franca de Xira, tendo ficado proibido de contactar com a criança e obrigado a apresentar-se três vezes por semana no posto da GNR de Alenquer.

    Fonte: Lusa/SOL


  2. #2

    Registo
    Nov 2010
    Posts
    13.361

    Padrão Juiz solta padeiro que viola criança

    O menino de seis anos estava aos cuidados da vizinha, na noite de 10 de Setembro, quando foi violado pelo filho da dona da casa, padeiro de 28 anos, que o atacou na cama onde dormia. O caso ocorreu perto de Alenquer. A vítima denunciou o crime ao pai no dia seguinte; o Instituto de Medicina Legal confirma as lesões anais que são compatíveis com a violação – mas o juiz decidiu libertar o suspeito.



    O predador, que também trabalha num centro de fisioterapia, foi detido pela Judiciária na sexta-feira, depois de o depoimento da criança também ter sido considerado credível pelo Ministério Público, que promoveu a prisão preventiva, mas um juiz do Tribunal de Benavente optou por soltar o suspeito. Está proibido de contactar com a vítima, mas vive ao lado da mesma, facto que está a revoltar o pai do menor abusado.

    No dia a seguir à violação, em choque e com dores, a criança denunciou os abusos ao pai, que accionou a Comissão de Protecção de Crianças e a GNR. No Instituto de Medicina Legal, em Lisboa, uma médica atestou que a criança apresentava lesões na zona anal, que comprovam ter sido vítima de penetração.

    Ao ter conhecimento do caso, a PJ de Lisboa deteve o padeiro, que não confessa o crime. Libertado pelo juiz, tem de se apresentar três vezes por semana no posto da GNR. Ao que o CM apurou, junto de fontes próximas da família da vítima, o pai do menino está desesperado com a situação – por entender que não está a ser feita justiça e porque a criança, cujo testemunho também será essencial no julgamento, está agora em risco de ser coagida pelo abusador.

    O menino de seis anos estava aos cuidados da mãe do predador sexual, durante o período de férias escolares, por esta ser vizinha e amiga dos seus pais, que se encontravam a trabalhar.
    cm

  3. #3
    Avatar de 69alentejano
    Registo
    Sep 2008
    Posts
    286
    Se fosse o juiz o pai dessa criança de certeza que o padeiro estaria agora a fazer bolinhas para os prisioneiros....enfim, 2 justiças neste país...

  4. #4
    Avatar de maar3amt
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    33
    Posts
    7.654
    Portugal é, o paraíso dos criminosos.

    Se fosse um filho meu, justiça seria feita...

Tópicos Similares

  1. Respostas: 0
    Último Post: 14-08-2012, 16:19
  2. Respostas: 0
    Último Post: 27-03-2012, 12:58
  3. Respostas: 0
    Último Post: 10-08-2009, 17:34
  4. Respostas: 0
    Último Post: 06-05-2009, 16:38
  5. Detido por abuso sexual de criança familiar
    Por delfimsilva no fórum Arquivos
    Respostas: 0
    Último Post: 09-02-2009, 19:13

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar