Óbito
Morreu antigo rei do Cambodja


O antigo rei do Camboja, Norodom Sihanouk, morreu esta segunda-feira em Pequim, aos 89 anos, anunciou a agência Xinhua.

Sihanouk morreu durante a madrugada num hospital de Pequim "devido a causas naturais", explicou a Xinhua citando um comunicado difundido pela Televisão Nacional do Cambodja.

O antigo monarca, que durante anos foi tratado por médicos chineses, "sofria de vários tipos de cancro, diabetes e hipertensão", indicou a mesma fonte.

O rei Norodom Sihamoni, filho de Sihanouk, o primeiro-ministro cambodjano, Hun Sen, e três importantes monges budistas são esperados esta segunda-feira em Pequim para acompanhar a transladação do corpo do falecido monarca para o Camboja.

Numa carta escrita em Janeiro passado, Sihanouk pediu que o seu corpo fosse cremado e as cinzas guardadas numa urna, de preferência de ouro, e colocada numa estupa no Palácio Real do Cambodja.

Norodom Sihanouk ocupou o trono do Cambodja entre 1941 e 1955, e entre 1993 e 2004, quando abdicou a favor do seu filho Norodom Sihamoni.

Ia completar 90 anos no próximo dia 31 de Outubro.


C. da Manha