Vai hoje a enterrar Rui Rola Marques, de 37 anos, que anteontem morreu na explosão de uma botija de gás na residência dos pais, em Portela, Paços de Brandão, Santa Maria da Feira. A filha, Cristina Marques, de seis anos, também ficou ferida na explosão e foi levada para o hospital da Feira, mas teve alta no mesmo dia. O funeral realiza-se pelas 18h00 na igreja de Paços de Brandão.



Também Carlos Eduardo Valente, de 31 anos, amigo da vítima, ficou ferido. Foi levado para o Hospital da Universidade de Coimbra, onde permanece internado na Unidade de Queimados, em estado considerado estável. O homem – padrinho de um dos dois filhos menores da vítima mortal – tem algumas queimaduras ligeiras e foi atingido por vários estilhaços na cara e nos braços.

Tudo aconteceu quando Rui Rola Marques estava na casa de uma vizinha dos pais e foi alertado para um fogo nas traseiras da residência dos progenitores. Foi logo para o local, com Carlos Eduardo Valente, e pegou numa mangueira para tentar apagar o fogo com água. Nesse momento foi atingido pela explosão de uma botija de gás e acabou por morrer ainda no local.

cm