Um navegador solitário foi salvo esta madrugada por um helicóptero da Força Aérea numa operação articulada com a Marinha ao largo de Peniche

A operação para resgatar o tripulante solitário do veleiro "Sea Brigand", desencadeada e coordenada pelo Centro Coordenador de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, só foi considerada como terminada esta madrugada, cerca das 2.00, com o reboque da embarcação para o porto de Peniche, por se considerar que representava perigo para a navegação.

O alerta do veleiro em dificuldades foi emitido ontem, pelas 6.19, quando navegava a cerca de 50 quilómetros a Oeste da Nazaré.

Para o local rumou o navio "Nova Zeelandia" , que navegava nas imediações. Um helicóptero EH 101 da Força Aérea Portuguesa resgatou o tripulante às 11h10, tendo aterrado no aeroporto da portela às 11h40. O homem foi transportado para o Hospital de Santa Maria em situação estável.

O tripulante acionou a rádio baliza de emergência equipamento indicador de posição geográfica numa situação de emergência.




lusa