Famílias continuam sem saber dos corpos
Roubam carros com 12 cadáveres

Um grupo de ladrões roubou três carrinhas de um parque de estacionamento em Hoppegarten, Alemanha. Até aqui trata-se de um roubo normal, mas o caso torna-se mais grave quando dentro de um dos veículos se encontravam 12 cadáveres.

Em Berlim e arredores, são numerosos os roubos de automóveis que, em poucas horas, chegam à fronteira polaca, mudam de matrícula e de cor em oficinas clandestinas e, depois, são vendidos na Europa de leste ou regressam mesmo para serem vendidos em segunda-mão noutros pontos da Alemanha.

Mas desta vez, o grupo de ladrões teve uma surpresa quando roubou três carrinhas do mesmo modelo do parque de estacionamento de uma empresa de transportes. Um dos veículos fazia serviço funerário e, no seu interior, albergava 12 caixões com os respectivos corpos, que deveriam chegar ao crematório da cidade.

A empresa responsável pelo transporte funerário explicou que o roubo ocorreu quando o funcionário, depois de ter confirmado a carga, se dirigiu às instalações da empresa para se lavar e mudar de roupa, antes de iniciar a última viagem.

As autoridades acreditam que os ladrões desconheciam o conteúdo de uma das carrinhas.

A polícia polaca já encontrou uma das viaturas abandonada na cidade de Poznan e vazia. A polícia acredita que os ladrões, depois de descobrirem a carga, abortaram a operação e procuraram livrar-se dos cadáveres.

C. da Manha