O Goggle, através de um site, permite agora uma visita virtual aos seus centros de dados espalhados pelos Estados Unidos, Finlândia e Bélgica.Através das imagens disponibilizadas pela Google é agora possível perceber um pouco melhor como funcionam os centros de dados e a dimensão do principal motor de busca mundial.
Ao acedermos ao site disponibilizado pela Google, podemos ficar a par de toda a tecnologia que está por trás de um motor de pesquisa, as pessoas que trabalham todos os dias no seu funcionamento tal como podemos ter acesso a imagens onde se encontram os servidores que armazenam dados.

No piso onde estão os servidores há milhares de computadores que processam as respostas às pesquisas dos utilizadores e que distribuem milhões de emails. O acesso é restrito a algumas áreas tal como acontece no piso dos servidores, sendo que apenas um número restrito de funcionários tem acesso a esta área.
Os vários centros de dados são de uma dimensão bastante considerável. Exemplo disso é o centro de dados de Iowa que tem cerca de 35 mil metros quadrados e a comunicação é realizada através de fibra óptica com uma velocidade 200 mil vezes superior a uma típica ligação doméstica.
Um pormenor interessante tem a ver com as enormes vigas de aço que suportam toda a estrutura e ajudam a distribuir energia. Este suporte é acompanhado das cores da Google: o vermelho, o amarelo, o azul e o verde.

SOL