O novo Centro de Saúde de Portimão foi inaugurado há quase cinco meses e custou cerca de 6,7 milhões de euros, mas o acesso à unidade de saúde continua a ser feito por uma estrada de terra batida, que levanta pó com o tempo seco e fica enlameada quando chove. O equipamento é gerido pela Administração Regional de Saúde mas a pavimentação da estrada é da responsabilidade da câmara.



"É uma situação que também preocupa a autarquia, que tem tudo preparado para avançar com o concurso da obra, mas ainda não o pôde fazer, por causa da Lei dos Compromissos", explicou fonte da autarquia, adiantado que essa lei obriga a que a câmara tenha o dinheiro necessário reservado antes de avançar com o concurso.

A autarquia admite vir a invocar o interesse público de forma a resolver mais rapidamente o problema. A obra integra um pacote de pavimentações urgentes no concelho, orçado em cerca de 50 mil euros.

A unidade de saúde serve 59 mil utentes, realizando anualmente cerca de 95 mil consultas de ambulatório e mais de quatro mil consultas de especialidades hospitalares. Foi construída numa área bruta de 8800 metros quadrados e está situada junto ao antigo Hospital da Santa Casa da Misericórdia de Portimão.

cm