"Dá-me já o dinheiro da caixa ou eu mato-te." Noé Oliveira, dono da farmácia Padrão, em Junqueira, Vila do Conde, não teve tempo de reagir, ontem, às 15h30, quando dois encapuzados e armados irromperam na loja. Meia hora depois, a dupla assaltou uma farmácia em Cavalões, Vila Nova de Famalicão. A PJ investiga.



"Enquanto um tinha a caçadeira apontada à minha cabeça, o outro tentava abrir a outra caixa registadora", contou ao CM o dono da farmácia Padrão, que há dez anos foi vítima de um assalto. "Ainda tentei que fossem embora, mas tornaram-se violentos. Levaram cerca de 120 euros", contou Noé Oliveira, cujas funcionárias que estavam nas traseiras da loja accionaram o alarme mal perceberam que se tratava de um assalto. Os ladrões fugiram num carro enlameado para a farmácia de Cavalões, onde ameaçaram e tiraram o dinheiro da caixa registadora.

cm