Steve Ballmer, CEO da Microsoft, durante a apresentação do novo Windows 8, em Nova Iorque ©AP
A tecnológica Microsoft lançou hoje o Windows 8, a maior renovação do sistema operativo desde o Windows 95 e que está desenhado para a empresa entrar no mundo dos 'tablets' e ganhar terreno a rivais como a Apple.
O novo sistema operativo, uma aposta estratégica da Microsoft, está preparado para funcionar com computadores, 'tablets' e telemóveis inteligentes.
«Este é o maior produto que fizemos», disse hoje o presidente executivo da Microsoft, Steve Ballmer, numa entrevista à Bloomberg Television, numa alusão à introdução do Windows 95.
Este novo sistema, que está adaptado para o computador como para outros dispositivos informáticos portáteis, tem como objectivo concorrer com os seus rivais Apple ou Samsung, que estão apostados no mercado das 'tablets'.
O Windows 8 incorpora uma conexão permanente com a Internet, de modo a que todos os dados sejam alcançados automaticamente numa nuvem, através da aplicação Skydrive, em qualquer parte do mundo.
«A Microsoft Portugal está muito optimista com o Windows 8 e a prova disso é o grande interesse já demonstrado com as versões de teste publicadas até à data em todo mundo», disse à Lusa Rita Santos, gestora do Windows na subsidiária portuguesa.
Segundo a responsável, «os mais de 16 milhões de 'downloads' efectuados» torna esta versão a «mais testada de sempre de todas as versões Windows já publicadas».
O novo Windows 8, que apresenta uma versão mais colorida que as anteriores, inclui aplicações, que estão disponíveis na Loja Windows, não tem o conhecido ícone 'start' ou 'iniciar', facto que tem sido comentado pelos utilizadores que integraram os testes.
Também hoje a Microsoft lança a sua própria 'tablet', o Surface, que não estará a funcionar com o Windows 8, mas sim com o Windows RT.
O lançamento oficial do Windows 8 decorre hoje em Nova Iorque, na mesma semana em que a Apple apresentou o seu iPad Mini.

Fonte: Lusa/SOL