Nova Iorque, EUA
Polícia preso por querer raptar, matar e cozinhar mulheres para comer

Um agente da polícia de Nova Iorque, de 28 anos, foi ontem preso por suspeita de querer raptar, matar e cozinhar mulheres para comer partes dos seus corpos.

Gilberto Valle foi preso pelas autoridades em Forest Hills, Queens, por tentar raptar e matar mulheres para comer partes dos seus corpos, com a ajuda de um cúmplice. O FBI teve conhecimento das suas intenções em Setembro, após Valle ter utilizado o computador para enviar e-mails dando conta do que queria fazer.

Ao investigar o computador de Gilberto Valle, as autoridades encontraram arquivos com centenas de fotografias de mulheres, com nome e moradas. O polícia nova-iorquino estaria a a utilizar registos oficiais para elaborar a lista das possíveis vítimas, avançou a agência noticiosa AFP.

Há também registos de uma conversa ocorrida em Julho, que de acordo com a acusação, o cúmplice de Valle, ainda não identificado, pergunta se o forno do polícia era grande. Valle teria respondido que era "grande o suficiente para uma mulher se eu lhe dobrar os joelhos". O nova-iorquino terá dito também que tinha como objectivo "deixar cozinhar em lume brando" e "mantê-la viva o maior tempo possível".

C. da Manha