Uma embarcação de recreio espanhola afundou-se hoje a cerca de um quilómetro da costa de Caminha, na sequência de um incêndio que obrigou ao salvamento de dois tripulantes.

O incêndio na embarcação de seis metros de comprimento deflagrou depois das 13.00, a uma milha da foz do rio Minho, em Caminha. O afundamento aconteceu pelas 16.30, a sul da praia de Moledo.

"Depois de resgatados os dois tripulantes, foi enviada uma equipa mista da Polícia Marítima e dos bombeiros para combater o incêndio. No entanto, face à informação do patrão sobre a existência de botijas de gás a bordo, a operação foi abortada e o fogo consumiu a embarcação", explicou à agência Lusa fonte da capitania de Caminha.

A fonte acrescentou que a embarcação navegava para um estaleiro galego próximo do local deste incidente, precisamente para realizar uma reparação.

"Os tripulantes, de nacionalidade espanhola, foram retirados pelo piquete da Polícia Marítima da balsa que utilizaram para sair da embarcação. Foram assistidos em terra, por equipas médicas, porque inalaram fumo. Já regressaram a Espanha", disse ainda a fonte.




lusa