Um guineense de 61 anos foi anteontem detido pela Polícia Judiciária por suspeitas de ter matado Anastácio Martins, um são-tomense de 38 anos com quem partilhava casa, na praceta da Amizade, em Mira-Sintra. Na origem do crime estará uma discussão, durante a madrugada, por causa de um copo de vinho.



Segundo o CM apurou, Domingos Mendes terá desferido um golpe de tesoura no companheiro de casa, onde viviam outros dois homens, também eles de origem africana. Todos são trabalhadores da construção civil, estão desempregados, e os vizinhos dizem que eram conhecidos por estarem constantemente alcoolizados.

Domingos Mendes foi ontem levado pela Polícia Judiciária ao tribunal de Sintra, mas à hora de fecho desta edição desconheciam-se ainda as medidas de coacção.

cm