Vivia para a caça e para a família. Ontem de madrugada, quando se preparava para viajar até à Amareleja, Moura - onde iria caçar - José Bexiga foi brutalmente colhido, fora da passadeira, por um condutor que se pôs em fuga, em Povos, Vila Franca de Xira. A vítima de 78 anos foi projectada pelo ar mais de cinquenta metros. O condutor acabou por se entregar ao início da tarde.



Eram 05h00 quando José, antigo vendedor da Colgate, se encontrou com o filho Vítor e um amigo. "Atravessaram a estrada mas ele voltou atrás. Quando passou novamente foi atropelado. O condutor nem travou e seguiu caminho", disse, consternado, ao CM, António Fonseca, genro da vítima, na casa deste, em Alverca.

Depois de desenvolver diligências a PSP acabou por encontrar, cerca das 12h30, em Castanheira do Ribatejo, a viatura envolvida no acidente - um Volkswagen de cor branca.

O estrondo do atropelamento foi tal que acordou os moradores. "Acordei com o barulho. Chamei logo os bombeiros. Depois ainda vi o senhor no chão. Estava cheio de sangue", contou ontem ao CM uma testemunha.

José Bexiga deixa mulher e dois filhos.

cm