Uma mulher de 61 anos foi ontem atropelada quando atravessava uma passadeira, na rua Cidade do Porto, em Ferreiros, Braga. Alice Rodrigues ia a pé, na companhia de uma sobrinha, para a Sé de Braga, onde pretendia pagar uma promessa a S. Judas Tadeu.



A sexagenária tinha sido operada à coluna há cerca de três meses e pretendia agradecer ao protector dos aflitos o facto de estar a recuperar bem da intervenção cirúrgica. "Elas começaram a atravessar e aperceberam-se do carro [Mercedes]. A sobrinha deu uma corrida, mas a senhora, como não conseguiu, foi atropelada", disse ao Correio da Manhã Joaquina Silva, moradora naquela zona.

"Por aquilo que me contaram, o condutor não se apercebeu da intenção das senhoras de atravessarem a estrada e, por isso, não terá parado. Só que elas atravessaram e ele já não conseguiu travar", explicou João Rodrigues, que ouviu o barulho resultante do acidente e, de imediato, se dirigiu a correr para o local.

O acidente teve lugar pelas 15h45 e a vítima foi socorrida pela equipa médica do INEM, que transportou a mulher, em estado considerado grave, para o Hospital de Braga. O condutor ficou no local após o embate.

Ao CM, os populares disseram que ficaram particularmente impressionados pelo facto de a vítima ter sido atropelada quando cumpria uma promessa. "Ela insistia que queria ir a pé, de Fradelos (freguesia onde reside) até à Sé e, aí, rezar e dar a esmola a S. Judas Tadeu, porque já andava melhor da coluna. Veja lá o que lhe foi acontecer", referiu Joaquina Silva.

Ontem, à hora de fecho desta edição, Alice ainda continuava internada no Hospital de Braga.

cm