Quando começou a ver apenas montes e floresta à sua volta e a luz do dia a desaparecer, Bart percebeu que estava perdido e precisava de ajuda. Conseguiu ligar para o 112, anteontem à tarde, mas as indicações que deu não ajudaram nas operações de busca. Esteve cerca de 20 horas perdido na serra, entre Aljezur e Monchique. Ontem, ao meio- dia, foi localizado.



O turista holandês contou ao CM os momentos de aflição. "Fui conhecer a serra algarvia. Quando quis regressar ao hotel, não encontrei o caminho. Segui as indicações que me deu um madeireiro, mas quando dei conta, estava numa zona em que o carro não passava", recordou, abalado, Bart Pirovano, que está de férias sozinho.

Os momentos seguintes foram de aflição. "Quando vi a luz a desaparecer, percebi que estava completamente perdido e pedi ajuda", referiu, ontem à tarde, no local onde o carro de aluguer ficou atolado na lama.

Os Bombeiros de Aljezur, a Protecção Civil e a GNR colocaram várias equipas no terreno para tentar localizar o estrangeiro, mas, devido à noite escura e de muita chuva, as buscas dificultaram-se. Sem comer desde o pequeno-almoço, valeu a Bart a água da chuva. "Coloquei um plástico em cima do carro para recolher água e foi o que me valeu. De manhã, tentei fazer uma fogueira para o helicóptero me ver, mas não consegui", recordou ao CM o turista, que começou a caminhar na serra e conseguiu boleia até chegar a Aljezur, quase ao mesmo tempo que era encontrado o carro abandonado.

cm