FinLândia: Emigrante convidado pela Liga de Esquerda
Português eleito vereador da Cultura


Ilídio Monteiro Flores, 46 anos, é o primeiro emigrante português a ser eleito para uma autarquia finlandesa no cargo que em Portugal corresponde a vereador da Cultura e do Desporto.

Natural de Amarante, Monteiro Flores tinha 23 anos e era monitor de ensino especial quando, por amor a uma mulher, foi para a Finlândia.

Na cidade de Suolahti, centro do país, onde se instalou , viviam cinco mil pessoas, entre as quais três portugueses, número que pouco mudou porque a Finlândia não é destino de emigração. Após dez anos de trabalhos precários, abraçou a carreira de treinador de futebol juvenil e, apesar de não ter nacionalidade finlandesa, justifica a popularidade por ser um membro activo da comunidade e escrever em jornais locais. Fez a sua primeira investida política a convite da Liga de Esquerda e ficou a quatro votos de ser eleito. Em 2008, voltou a tentar, como candidato do Partido Comunista, mas ficou-se por 32 votos. À terceira, de novo integrado nas listas da Liga de Esquerda, foi de vez.

C.da Manha