Ex-refugiada da Guerra Civil Espanhola
Idosa torna-se advogada aos 84 anos


Uma antiga refugiada da Guerra Civil Espanhola tornou-se advogada aos 84 anos, no sudoeste da França, informou nesta quarta-feira uma fonte próxima da nova jurista.

Em vez de gozar a reforma, Louise del Busto Gomez tornou-se efetivamente advogada na terça-feira, no Tribunal de Recurso de Toulouse, onde fez o juramento solene de respeitar os princípios fundamentais da profissão de advogado.

"Seria o meu sonho defender e ganhar processos", disse a idosa à agência France Presse, acrescentando que tem interesse tanto na área do direito penal como do direito civil.

Mãe de dois filhos, Louise del Busto Gomez nasceu em Barcelona a 17 de Agosto de 1928 e fugiu de Espanha, que estava em guerra civil, com 11 anos.

"Atravessei a fronteira a pé sob os bombardeamentos de Franco", explicou, tendo vivido em vários anos num campo de refugiados no sul de França, antes de se estabelecer na região.

A idosa disse que foi o seu marido, já falecido, que a "incentivou" e "encorajou" a fazer direito.

Depois da reforma, aos 60 anos, militou numa associação de defesa dos direitos dos consumidores e interessou-se pela matéria.

"O meu marido disse que se eu amava o direito, devia inscrever-me na faculdade", declarou Louise del Busto Gomez, que fez o curso de direito em Toulouse e Barcelona.

A nova advogada, que está a fazer um estágio num escritório em Toulouse até Dezembro, deslocou-se ao cemitério para colocar flores no túmulo do marido, refugiado como ela e participante na resistência francesa, antes de ser deportado para o campo de concentração nazi de Dachau.

C.da Manha