O Tribunal de Loulé mandou em prisão preventiva os dois líderes – um cidadão cabo-verdiano e um português – de uma rede de tráfico de drogas duras (heroína e cocaína) desmantelada, quinta-feira, pelo Núcleo de Investigação Criminal da GNR local, após três buscas domiciliárias em Almancil e Quarteira.

Na operação foram detidos mais dois homens por tráfico: um saiu em liberdade mediante apresentações semanais e outro com termo de identidade e residência (TIR). Outro homem e uma mulher, que foram detidos na altura por estarem em situação ilegal, saíram igualmente em liberdade, com TIR.

A decisão do Tribunal só foi conhecida pelas 00h30 de ontem.