Depois de no final da semana passada a Microsoft ter lançado oficialmente o seu Windows 8, hoje foi dia de Windows Phone 8 onde Joe Belfiore e Steve Ballmer deram a conhecer alguns novos e interessantes detalhes sobre esta nova versão do sistema operativo do pessoal de Redmond.



Num evento que acompanhámos ao vivo aqui, Joe Belfiore mostrou as novidades que a Microsoft reservou para o público em geral. As funcionalidades mais empresariais já tinham sido anunciadas pelo que não valia a pena voltar a falar nelas.

Assim sendo tivemos direito a algumas novas funcionalidades que poderão ser bem interessantes.

Live Tiles e Live Apps

Se já conhecíamos as Live Tiles, agora estas passam a ser mais personalizáveis podendo ser “encolhidas” para ocuparem menos espaço no ecrã do smartphone e podermos organizá-las melhor.

Além disso a Microsoft apresentou as Live Apps, aplicações especiais (que podem ser desenvolvidas por qualquer um) e que permitirão uma integração mais completa com o sistema. Por exemplo, o ecrã de bloqueio vai permitir mostrar algumas notificações, fotos ou outras informações valiosas. Segundo Belfiore, esta personalização pode fazer com que sempre que liguemos o telefone, vejamos informação diferente, sendo sempre uma experiência nova.



Ainda ao nível das aplicações, Belfiore garantiu que dentro de pouco tempo a loja da Microsoft conseguirá ter 46 das 50 aplicações mais utilizadas nas outras plataformas. Assim, sem chegar aos números astronómicos de apps disponíveis na App Store ou Play Store, a Microsoft toma um passo interessante, disponibilizando prioritariamente o que o pessoal realmente utiliza. Uma estratégia bem pensada.

Kid’s Corner

Quantos de nós já ouviram aquela pergunta fatídica, vinda de um primo/irmão/filho/sobrinho: “deixas-me brincar com o teu telefone”? Aos suores frios que tal pergunta provoca a Microsoft responde com o Kid’s Corner. Com ele podemos definir o que as crianças têm acesso: apps, redes sociais, funcionalidades e conteúdos do telefone.



Assim podemos deixá-los brincar à vontade sem medo de que mandem um mail indelicado ao patrão ou que vejam as fotos da nossa mais recente noitada

Data Sense

Dados móveis. Geralmente correspondem a uma factura um pouco mais pesada junto da nossa operadora móvel. E tem outro problema: o limite de tráfego permitido por mês é muito rapidamente atingido. Com o Data Sense, incluído no Windows Phone 8, a Microsoft consegue ajudar-nos a, segundo eles, ter até 45% de navegação a mais com o mesmo plano. Se for mesmo assim, nós só podemos agradecer



Para isso o Data Sense utiliza algo que não é totalmente novo mas que só agora vemos chegar ao nível do próprio sistema operativo: compressão de dados na cloud antes de serem enviados para o smartphone. A Opera e Nokia (entre outros) já fazem isso nos seus browsers mas aqui o conceito estende-se a todas as ligações de dados feitas pelo telefone.

É de facto uma excelente iniciativa mas, segundo percebemos, estará dependente das operadoras activarem (ou permitirem) o serviço. Esperemos que aqui em Portugal isso aconteça.

Rooms

Rooms, ou salas, é uma nova funcionalidade integrada no hub Pessoas e que permite criar salas de conversa e partilha privadas. Junta-se uns quantos amigos numa “Sala” e tudo o que for dito ou partilhado ali apenas será visível pelos membros do grupo.

Fotos, vídeos, chat ou mesmo eventos do calendário podem ser partilhados. Mas isto não se fica apenas ao Windows Phone 8 pois também quem tenha um WP 7.5 (ou 7.8) ou um iPhone poderão receber convites e notas vindas dessa “Sala”.

Integração Total

O último grande destaque desta apresentação, antes de passarmos à data de lançamento dos novos telefones com WP8, foi a integração. Baseada fortemente no Skydrive (o Dropbox da Microsoft), o Windows Phone 8 consegue “falar” e sincronizar-se de forma autónoma com o nosso tablet ou PC com Windows 8. Basta inserirmos a nossa conta Microsoft em todos os dispositivos para tudo fique automaticamente disponível.



E quando falamos em sincronização falamos em documentos Office (que podem ser criados/editados em qualquer dispositivo) assim como em fotos ou mesmo listas de reprodução de músicas do Xbox Music.

Então e para quando?

Quanto ao lançamento dos primeiros smartphones com Windows Phone 8, Steve Ballmer subiu ao palco para dizer que irá tudo acontecer, de forma global, em Novembro. Ou seja: os smartphones da HTC, Nokia e Samsung com este novo WP8 estarão disponíveis a tempo de poderem entrar na Carta ao Pai Natal de todo o mundo.

Tudo isto parece muito promissor e há aqui de facto ideias muito interessantes e diferenciadoras. Julgo que a Microsoft seguiu um bom caminho ao destacar claramente o visual e filosofia do seu Windows Phone da restante concorrência. Os preços de venda para a Europa ainda não foram anunciados e com certeza que serão um factor decisivo quanto ao sucesso desta aposta da Microsoft.

O que é certo é que este Windows Phone 8 conseguiu capitalizar o que o WP7 tinha de bom e acrescentar-lhe novidades bem pensadas. Com certeza que se está a tornar numa alternativa cada mais válida e interessante mas ainda assim apenas poderemos formar uma opinião mais fundamentada quando recebermos os primeiros smartphones com este novo SO para os testarmos convenientemente

fonte : RevoluçãoDigital