Assalto a banco em Évora terá rendido entre 140 e 150 mil euros

Entre 140 e 150 mil euros terão sido roubados hoje no assalto a uma dependência bancária de Évora, perpetrado por dois homens armados e encapuzados, revelaram à agência Lusa fontes policiais.
De acordo com as mesmas fontes, o assalto à mão armada à dependência do Santander Totta, na Avenida Dinis Miranda, em Évora, ocorreu cerca das 09h50, tendo os assaltantes, com pronúncia estrangeira, fugido num «Peugeot cinzento-escuro» com matrícula falsa.
As fontes policiais adiantaram à Lusa que o banco não tinha qualquer sistema de alarme ligado à PSP.
Em comunicado, a PSP de Évora explicou que os dois homens «entraram no banco onde se encontravam seis clientes e seis funcionários» e forçaram, sob ameaça de arma de fogo, «um dos funcionários a abrir o cofre e a caixa ATM».
Um dos suspeitos «retirou o dinheiro, enquanto o outro mantinha também sob ameaça de arma de fogo os restantes funcionários e clientes encostados a um vidro», adianta a Polícia.
Depois, segundo a PSP, os dois homens «fecharam os funcionários e clientes na casa de banho e puseram-se em fuga, num veículo de marca Peugeot, de cor cinzento-escuro, com matrícula falsa».
A PSP precisou que «a chapa de matrícula» do carro utilizado na fuga tinha «sido furtada», no domingo, de um veículo de passageiros, de marca Renault, na zona de Estremoz.
Durante o assalto, não foram efectuados disparos, nem se registaram feridos, segundo as fontes policiais.
Depois do assalto, a dependência bancária fechou portas.
A PSP realçou ainda que, «apesar de encetadas todas as diligências» e contactadas outras forças de segurança, não foi possível localizar ainda os suspeitos.
A Polícia Judiciária já esteve no local e ficou a cargo das investigações.

Fonte: Lusa/SOL