O Governo espanhol aprovou no passado dia 27 de setembro a proposta de lei dos orçamentos gerais para 2013. A proposta contempla um esforço orçamental de 58% pelo lado da despesa e de 42% pelo lado da receita.

O documento fica ainda marcado pelo anúncio da criação de uma autoridade fiscal para o controlo das contas públicas em 2013 e pelo recurso inédito do executivo espanhol às verbas disponíveis no Fundo de reserva da Segurança Social.



Veja aqui
http://www.lamoncloa.gob.es/NR/rdonlyres/82244316-8CE9-45AF-AA91-CB9279559045/0/290912Presentaci%C3%B3nCongresoPGE2013.pdf







dinheiro vivo