Evadido caçado pela GNR depois de abordar a irmã que violou e sequestrou há onze anos .



Um homem de 35 anos em fuga da cadeia da Carregueira, Sintra, onde cumpre uma pena de 18 anos e meio por furto, sequestro e violação, de que foi vítima uma irmã, foi capturado ontem pela GNR de Nelas, poucas horas depois de ter abordado a mesma familiar.

Onze anos depois dos crimes que o atiraram para a cadeia, Paulo Luís gozou uma saída precária e não regressou à reclusão – devia ter voltado à Carregueira no passado dia 25 de Outubro.

Os familiares ficaram assustados com a fuga e tinham razões para isso: na segunda-feira fez--se passar por vendedor ambulante e bateu à porta de casa da irmã a quem fez mal, em Canas de Senhorim. "Apavorada", a vítima, de 30 anos, identificou-o e alertou logo a GNR.

Segundo apurou o CM, o foragido "vigiou os passos da irmã", uma vez que "a abordou no dia em que o marido partiu para o estrangeiro". Em Nelas, Paulo Luís foi a casa da mãe, a quem pediu para passar uma noite, mas a progenitora também avisou a GNR.

Ontem de madrugada, os militares cercaram o fugitivo e capturaram--no à porta de um bar – não ofereceu resistência. "A GNR foi rápida a intervir", testemunhou ao CM um popular que assistiu à captura. Foi encaminhado de volta para a Carregueira.

cm