Uma mulher de 78 anos morreu ontem carbonizada na lareira da casa onde estava a passar uns dias de férias com o marido, também de 78 anos, em Ferreirim, concelho de Sernancelhe.



O marido, ao tentar socorrê-la, sofreu queimaduras graves nas mãos, tendo sido socorrido pelos Bombeiros Voluntários de Sernancelhe e transportado ao Serviço de Urgência Básica de Moimenta da Beira.

O alerta foi dado por um vizinho, perto das 19h00, que estranhou o fumo intenso que saia pela chaminé da moradia e foi saber o que se passava. O marido da vítima estava na cave e ao ouvir bater à porta chamou a mulher, Isaura.

Como ela não lhe respondeu, foi à cozinha e deparou-se com a mulher sobre o lume. Isaura tinha problemas cardíacos, suspeitando-se que se tenha sentido mal e caído para a lareira. Quando os bombeiros chegaram, já estava cadáver, com mais de 90% do corpo carbonizado. O casal residia em Lisboa e estava a passar férias na terra natal para apanhar castanhas.

cm