A Comissão Europeia prevê que a economia portuguesa volte a encolher 1% em 2013, mas comece a recuperar a partir do segundo trimestre, e que o desemprego atinja uma taxa recorde de 16,4% no próximo ano.
A Comissão Europeia antecipou ainda mais um ano "turbulento" para a economia europeia, com um crescimento ligeiro em 2013 de apenas de 0,1% na Zona Euro e 0,4 no conjunto da União Europeia, e a continuação da escalada do desemprego, segundo o boletim de outono.



c/m