Quando toca o telefone de noite tremo de medo que seja outro assalto", confessa José da Silva, de 72 anos, proprietário de uma perfumaria que foi assaltada no centro da Guarda. Os assaltos a lojas e os furtos em veículos são os crimes mais participados à PSP, que no primeiro semestre de 2012 viu crescer o número de crimes contra as pessoas.



José da Silva sente que o assalto de que foi vítima exemplifica o abandono que toma conta do centro histórico da Guarda, sobretudo de noite. "Não se vê ninguém", diz. A opinião é partilhada por outros comerciantes da zona que há muito se queixam da falta de policiamento.

Miguel Alves, director da Associação Comercial da Guarda, sabe que "os actos de delinquência ocorrem mais entre as 02h00 e 06h00" e não poupam nada: montras partidas, mobiliário urbano destruído, viaturas furtadas ou danificadas. "Os comerciantes querem câmaras de videovigilância nas ruas porque, noutras cidades, está comprovado o efeito dissuasor". A burocracia à instalação do sistema "está tratada", garante. A autarquia comprometeu-se a avançar com o processo "quando houver disponibilidade financeira".

DISCURSO DIRECTO

"24 CRIMES POR CADA MIL HABITANTES", Salvado lopes Comandante da PSP da Guarda

Correio da Manhã – A Guarda é uma cidade segura?

Salvado Lopes – Sim. Ao registar 24 crimes por cada mil habitantes, longe dos 39 a nível nacional, podemos concluir que é uma cidade segura.

– Os comerciantes têm razão em pedir mais policiamento sobretudo à noite?

– Todos gostaríamos de ter um agente à porta de cada estabelecimento. Os espaços de diversão nocturna na zona histórica da Guarda geram algum sentimento de insegurança pelo facto de alguns clientes serem autores de casos de vandalismo. Mas nem todas as ocorrências se concentram nessas ruas.

– Concorda com a instalação do sistema de videovigilância para reforço da segurança?

– Concordo. Todos os meios complementares de reforço ao policiamento são úteis. Este sistema tem a vantagem de ser eficaz e aumentar o sentimento de segurança do património.

cm