A administração alemã queria discrição, mas o presidente da Câmara de Oleiros, José Marques, a poucos dias da visita de Angela Merkel a Portugal, fez a denúncia: a multinacional Steiff, que fabrica peluches, quer fechar a fábrica no concelho e deslocar a produção para a Tunísia por os custos de produção serem inferiores.



Os 103 funcionários, a maioria mulheres, não se conformam. "O ambiente tem estado pesado e as pessoas tristes e revoltadas", diz Mónica Ferreira. A funcionária, 32 anos, não compreende a decisão da administração, porque "há encomendas, os produtos são de qualidade e a fábrica tem lucros. Só pode ser por ganância".

A esperança das funcionárias recai agora na chanceler alemã que conhece bem o produto fabricado em Oleiros.

cm