A crise vai levar os portugueses a comprarem menos prendas este Natal e a dispenderem menos dinheiro na Passagem de Ano. Um Estudo da Delloite revela que os gastos vão cair 13,5% neste período. O que significa que por lar os portugueses vão apenas gastar 464 euros, contra os 530 do ano passado.

Neste Orçamento já se incluem as prendas e as refeições. Para presentes haverá 233 euros e para para produtos alimentais estão destinados, os restantes 162 euros. Este é o primeiro ano em que os portugueses têm a expectativa de gastar menos do que os alemães, que estimam gastar 485 euros.

Em Portugal, a percepção geral é de que a actual conjuntura é negativa, segundo 83% dos inquiridos. Este valor fica bastante acima da média do total dos inquiridos em todos países que se situa nos 55%, de acordo com os dados do Xmas Survey 2012.

O pessimismo reflecte-se também no poder de compra dos portugueses, com 68% a afirmar que o seu orçamento para compras irá diminuir este ano face ao ano passado. Em relação a 2013, 55% diz que o seu poder de compra vai deteriorar-se, um valor mais elevado que a média europeia, que se fica pelos 34%

Assim, 49% dos portugueses dizem que vão comprar presentes para menos pessoas, as crianças terão um lugar de destaque, com mais de metade do orçamento disponível a estar cativo para a compra de presentes para os mais novos.

Este ano, as prendas também serão mais baratas e 95% dos inquiridos afirma que não irá fazer compras sem olhar ao valor do produto. O estudo diz ainda que 46% dos inquiridos vai aproveitar os saldos e que 37% vai fazer compras em lojas mais baratas.


A Delloite lembra que em Portugal os presentes mais desejados em 2012 são dinheiro (58%) e livros (51%), seguidos de vestuário e calçado (44%) e de viagens (43%). Apesar disso, os portugueses confessam que, em termos de intenção de compra, os livros lideram a tabela (48%), seguidos do vestuário e calçado (36%) e dos tradicionais chocolates (31%).










dinheiro vivo