REN vai investir 1,7 mil milhões de euros até 2016

A REN-Redes Energéticas Nacionais vai investir 1,7 mil milhões de euros até 2016, dos quais mil milhões vão ser direccionados para Portugal, anunciou hoje a empresa após divulgação do seu plano estratégico para os próximos cinco anos.
Em comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa liderada por Rui Cartaxo anunciou que a nível nacional irá investir a uma média de 200 milhões de euros por ano, embora com «flexibilidade para aumentar ou diminuir o investimento», sendo que no total apostará 800 milhões no sector da electricidade e 200 milhões no gás.
O documento, apresentado hoje aos investidores, adianta que, na área da electricidade, a REN vai apostar numa nova interligação a Espanha através do Minho, um reforço das ligações às barragens, um aumento de capacidade para fornecer energia a Lisboa e Porto e um reforço das linhas do interior do Norte de Portugal.
Para o gás, a REN vai fazer a terceira conexão entre Mangualde e Zamora, um estão de compressão de gás no Carregado e duas novas cavernas subterrâneas para armazenamento.
A nível internacional, a empresa portuguesa estima investir 700 milhões de euros, «principalmente a partir de 2014» e «dependendo das oportunidades, investimento e crédito sólido».
A REN prevê que a sua base regulada de ativos (RAB em inglês) até 2016 cresça entre 2% e 5% conforme a incorporação ou não dos negócios internacionais, sendo que hoje está nos 3,2 mil milhões de euros, e possa atingir os 4 mil milhões de euros em 2016.

Fonte: Lusa/SOL