FMI alerta: Austeridade pode tornar-se 'insustentável'

O Fundo Monetário Internacional (FMI) desenhou a receita de austeridade para os países com necessidade de ajuda financeira, mas agora faz avisos e coloca travões.
Além de alertar para a eventual «insustentabilidade» política e social, diz também que a austeridade tem de ser feita a um ritmo que os países envolvidos consigam suportar. Numa nota divulgada em Washington, sobre o encontro de 4 e 5 de Novembro com o G20 no México, o FMI considera que as condições financeiras na zona euro «continuam frágeis» e que há riscos de que os países que pediram apoio não consigam cumprir as reformas de ajustamento exigidas.
O Fundo Monetário Internacional alertou que os programas de austeridade nas economias europeias com mais dificuldades podem ter limites políticos, à medida que aumenta a resistência na Grécia e em Portugal aos termos dos seus resgates financeiros.
A instituição liderada por Christine Lagarde entende que a austeridade «pode tornar-se política e socialmente insustentável nos países periféricos, uma vez que as reformas estruturais e orçamentais vão ainda levar anos para se concluírem».

Fonte: SOL com Lusa