Hoje em dia, são cada vez mais as nossas canções preferidas que queremos ter sempre a tocar no nosso leitor MP3 ou até mesmo no disco rígido externo ou do PC. Torna-se fundamental poupar espaço em disco e, acima de tudo, racionalizar e optimizar o espaço de forma coerente e eficaz, mantendo cada vez mais conteúdos com a máxima qualidade possível, ocupando o mínimo possível. A dica que segue denomina-se MP3 Quality Modifier, cuja função específica consiste em alterar o bitrate das suas músicas de MP3, de forma sustentável, mantendo toda a qualidade das suas canções preferidas mas diminuindo o seu tamanho…



A qualidade de um ficheiro MP3, é determinada pelo seu bitrate (Bit rate). Isto quer dizer que o bitrate representa a quantidade de informação guardada por unidade de tempo durante uma gravação digital. Como o som original pode ser digitalizado com frequência diferentes e com compressão diferente, origina maior ou menor bitrate, dependendo claro do fim a que se destina o som: (mais bit rate = mais qualidade = mais tamanho) e o tamanho (menos bit rate = menos qualidade = menos tamanho).

Existem valores de bitrate fixos, padronizados para áudio MP3:

•32 kbps — Qualidade AM.
•96 kbps — Qualidade FM.
•128–160 kbps — Qualidade Standard.
•192 kbps — Qualidade DAB (Digital Audio Broadcasting). Está a tornar-se o novo standard para música MP3.
•224–320 kbps — Qualidade aproximada à de CD.

Segundo estes valores, a ideia é usar o MP3 Quality Modifier para diminuir de forma dinâmica o bitrate diminuindo consequentemente o tamanho do ficheiro. Claro que a qualidade estará a diminuir, mas até valores de bitrate de 192 kbps apenas os ouvidos mais profissionais conseguem notar a diferença em relação a um CD.~



Então abrimos a aplicação, escolhemos um tema ou uma pasta com vários temas, escolhemos o modo do bitrate (constante, médio ou variável) e podemos também, de forma manual escolher os restantes itens. No entanto e porque queremos simplificar, vamos ao menu Presents e escolhemos a opção compromise.



Agora é clicar em cima no botão Start Process e esperar uns segundos pelo ficheiro transformado e pelo resultado esperado.

Como é óbvio, se o ficheiro tiver já um bitrate reduzido, quando mais o reduzir abaixo dos valores que falamos, irá notar “grão” no som, uma espécie de ruído nas altas frequências. Ruído esse que começa a deturpar a boa condição audiófila.

Este processo pode ser repetido até que esteja satisfeito com os valores por si propostos. A aplicação é portátil o que a pode transportar na sua penUSB para qualquer computador.



Para todos os efeitos, o próprio programa traz consigo um pequeno e rápido tutorial escrito que poderá ser visto logo no arranque do programa.

pplware